CTPedras realiza curso durante programação do Soledade é Joia
Evento apresentou os resultados obtidos na pesquisa que utiliza pó de ágata na fabricação de pavers

CTPedras realiza curso durante programação do Soledade é Joia

Os resultados obtidos na pesquisa que analisa a possibilidade da utilização de pó de ágata na fabricação de pavers foi apresentado durante um curso realizado no Soledade é Joia. O evento aconteceu neste sábado, 15/10, no auditório do Museu da Pedra e Mineralogia Egisto Dal Santo, e teve a presença de Engenheiros Civis, Arquitetos, estudantes e pedristas.

O estudo durou 1 ano e 6 meses, onde a meta era desenvolver a tecnologia, produzir os blocos e transferir a tecnologia. “Obtivemos resultado positivo, uma vez que conseguimos substituir, em partes, o cimento, que é o material mais nobre na fabricação do paver. Utilizando as normas vigentes, usamos o pó da ágata e o resultado foi satisfatório e já patenteamos”, explicou.

Pela manhã, o curso “Produção de artefatos de concreto: metodologias e custos” teve como objetivo apresentar os resultados e durante a tarde houve demonstração como foi a produção e aplicação do paver, na sede do Centro Tecnológico de Pedras, Gemas e Joias do Rio Grande do Sul.

Esta pesquisa faz parte do projeto “Transformação de resíduos da mineração para uso como artefato de concreto e remineralizador de solo”, que tem apoio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia (SDECT).

O estudo foi desenvolvido pelos acadêmicos de engenharia civil, Rafael Tonello e Raul Artusi, com acompanhamento dos professores Alessandro Goldoni, Francisco Della Rosa e Maciel Donato.